Arquivo da categoria: Sem categoria

| PORTO ALEGRE NOIR | Bate-papo: A Literatura Policial Latino-Americana

Publicado originalmente em Literatura Policial:
ENCONTRO LITERÁRIO – A 1ª edição do Porto Alegre Noir promoveu uma série de encontros em abril deste ano na capital gaúcha, com debates sobre o gênero e exibição de filmes na Cinemateca Capitólio. Um…

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Estou aqui, entre autoras do suspense

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

As fotografias de Alphonse Bertillon

A Revista de Fotografia Zum sempre me surpreende. Nessa de número 13 encontrei as fotografias de um dos primeiros investigadores técnicos da história policial, Alphonse Bertillon. São fotografias chocantes, não posso mostrar aqui. São de pessoas assassinadas no começo do … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Marcado com , , | Deixe um comentário

Continental Op-Dashiell Hammett

Outro dia descobri, no livro Linha do tempo do design gráfico no Brasil, da Cosac Naify, que Continental Op foi o primeiro livro lançado com duas capas no Brasil. Foi o início do uso de fotografias em capas de livros. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Marcado com , , , , | 4 Comentários

O caderno de receitas  de Chef Lidu

Chef  Lidu foi encontrado morto no restaurante  e seus livros de receitas, com segredos, desapareceram. Desapareceu também, além dos livros, seu caderno particular, com receitas escritas de próprio punho. Levaram os cadernos e 5 kg de filet mignon embrulhados em … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Detetive feminina

“The female detective” foi escrito por Andrew Forrester, pseudônimo de James Redding Ware. Foi publicado em 1864, Londres. Encontrei uma edição de 2012 com prefácio de Alexander McCall Smith que explica como, na época, às mulheres não era comum a … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Mona Lisa

Em “Nove tiros em Chef Lidu” Elvis, que narra a história, vai a Paris. Vê a Mona Lisa no Louvre. Diz: “Aí fiquei olhando bem a Mona Lisa para descobrir se ela estava feliz ou chateada e cheguei à conclusão … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Marcado com , , | Deixe um comentário